Alien (1979) e Aliens (1986) – parte 1

***Texto escrito pelo colaborador Anderson. Não esqueçam de comentar este post, curtir o facebook e seguir o twitter! Abraço!

Porque dois filmes de uma vez hoje? Porquê Aliens (1986) é a continuação de Alien (1979), e minha intenção era falar sobre o segundo filme, que eu considero superior ao primeiro! Entretanto, não posso desconsiderar o início da história. Afinal, quem conta uma história sem o começo? Alien (1979) é um filme pioneiro por misturar o tema alienígenas com suspense e até uma certa dose de terror. A maneira como o diretor Ridley Scott fez esse filme com “apenas” 11 milhões de orçamento é de merecer aplausos. O filme foi um sucesso de críticas positivas e de bilheteria, o que impulsionou a realização de Aliens (1986), Alien 3 (1992) e Alien: Ressurrection (1997). Vamos então a história! Em um futuro não tão distante, viajar por planetas desconhecidos e longes da Terra é normal. Em uma viagem de rotina, uma tripulação de 7 passageiros da nave espacial Nostromo recebe uma frequência de rádio proveniente do planeta LV-426, o que indica vida alienígena! A partir daí a coisa toda fica séria…

A imagem acima refere-se a nave Nostromo. Parece grande e ampla não é? Mero engano. Essa nave utiliza o mesmo conceito do Ford Eco-Sport: Grande por fora e pequena e estreita por dentro. O diretor fez questão que a nave por dentro fosse estreita para aumentar o clima de tensão e claustrofobia durante as cenas de ataque e perseguição do filme. Quase que na totalidade o filme se passa nesse ambiente. Interior da nave:

Para maior entendimento dos filmes, o alien se origina da seguinte forma: Ao captar o sinal desconhecido, um tripulante da nave resolve explorar o planeta sombrio. Lá encontra uma espécie de nave alienígena, onde em seu interior temos centenas de ovos! Sim, ovos! Aliens e galinhas possuem o mesmo princípio de nascimento!

Enquanto o xereta estava se achando o Indiana Jones explorando os ovos desconhecidos, um espécime parasita sai de dentro de um dos ovos e o ataca! Outros tripulantes voltam para ajudá-lo e o levam para a nave. O parasita ficou preso ao rosto do “Indiana Jones” e tentam tirá-lo em vão:

Após um tempo nesse estado, o parasita sai de sua zona de conforto (rosto do tripulante) e aparentemente morre. O tripulante batizado por mim de Indiana Jones acorda para alegria geral da tripulação. Todos então vão comemorar na mesa de jantar com deliciosos petiscos futurísticos. O filme então se encaminha para seu final feliz, SÓ QUE NÃO!

O que ocorre durante o jantar é uma das cenas mais famosas, nojentas e criativas do cinema! Mas não vou estragar a surpresa, quem quiser saber assista ao filme! Só posso adiantar algumas imagens do famoso alien, que no primeiro filme pareceu um caviar: Nunca vimos, nunca comemos (ainda bem) e só ouvimos falar. A criatura dos filmes Alien é da raça Xenomorfo e aparece em outros filmes fora da quadrilogia original. É a criatura que confronta o Predador nos filmes Alien vs. Predador (2003) e Alien vs. Predador 2 (2007). O filme de ficção científica Prometheus (2012) trata-se de um prelúdio do filme Alien (1979), dando uma origem para nosso amigo que de tão bonito não se candidata a Mister Universo porque não teria concorrentes a altura:

Como o texto ficou longo, falarei do filme Aliens (1986) em outra oportunidade, até porquê teria que revelar muitas coisas do primeiro filme. Mas fica minha opinião que o segundo filme me cativou mais, por ter mais aventura e ação. O primeiro possui uma história original e um ambiente mais sombrio. A proposta inicial era de fazer um “terror espacial”. De uma certa forma, essa proposta foi concretizada. Mas Alien se tornou muito mais que isso. Enfrentou até o Batman!

Trailer legendado:

Fã-filme – Batman Dead End (participação do Alien)

Trilha-sonora foi composta por Jerry Goldsmith, performada pela  National Philharmonic Orchestra e conduzida por Lionel Newman.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s